Com bênção do STF, PF costura acordos com Palocci, Duda e Valério

O Supremo definiu que acordos de Delação Premiada não são exclusividade do Ministério Público. A Polícia Federal também está autorizada a celebrá-los. A decisão tem impacto direto em três acordos sendo costurados no momento. Com os publicitários Duda Mendonça e Marcos Valério — operador do Mensalão —, e com o ex-ministro Antonio Palocci. Os procuradores não quiseram fazer acordos, mas a PF, sim. De acordo com a decisão, a existência de acordo não impede o MP de apresentar denúncias…


Continue lendo no Canal Meio.