Advogados vão ao CNMP contra juiz e promotor que obrigaram mulher a fazer laqueadura

Ventre livre Um grupo de advogados foi ao Conselho Nacional do Ministério Público contra o juiz Djalma Moreira Gomes Junior e o promotor Frederico Barruffini. Os dois atuaram no caso que culminou com a esterilização compulsória de uma moradora de rua de Mococa (SP). Vente livre 2 A representação, que tem entre os signatários o ex-ministro […]


Continue lendo no Painel Folha.