20 anos de aprendizado

Se pudesse definir minha impressão de Alberto Dines, simplicidade seria a primeira palavra, aliada a uma profunda capacidade de falar e discutir sobre qualquer tema, com propriedade e uma erudição ímpar. Isso me impressionou desde o primeiro contato. Apesar da fama de um dos jornalistas mais brilhantes de sua época, quem conheceu e conviveu com Alberto Dines de cara percebia a facilidade de se familiarizar com as pessoas e conduzir uma conversa. Na verdade, era uma verdadeira aula.

Ouvia, com a humildade de um novato na profissão. Ele conhecia não só a história do Brasil, a história da imprensa, mas o jornalismo na sua acepção mais completa, tanto do Brasil quanto do exterior. Era fascinante quando se empolgava e discutia os rumos do jornalismo e até do próprio país.

Quando, em 1994, nós da Assessoria de Imprensa do Banco do Brasil tivemos a ideia de fazer um Seminário de Comunicação


Continue lendo no Observatório da Imprensa.