Lindbergh: Depois da condenação de Lula, TRF age “a passos de tartaruga”

A partir da esquerda, o desembargador Victor Laus, procurador Maurício Gotardo Gerum, desembargador Leandro Paulsen e desembargador João Pedro Gebran Neto – Foto: Sylvio Sirangelo/TRF4

Da Redação

O senador Lindbergh Farias denunciou, no twitter, a repentina mudança no comportamento do TRF-4, que julgou os recursos do ex-presidente Lula em tempo recorde.

“Relator e revisor demoraram, JUNTOS, 42 dias para ler e emitir opinião sobre 250 mil páginas do processo”, escreveu o senador petista.

Porém, essa rapidez se transformou em lentidão:

“Agora, mais de 2 meses depois, o recurso da defesa caminha a passos de tartaruga. É muita cara de pau!”, escreveu.

O senador se referia à notícia da Folha de S. Paulo sobre reclamação da defesa de Lula:

A intimação eletrônica para que o Ministério Público Federal apresentasse resposta aos recursos de Lula demorou, apenas para ser efetivada, o mesmo tempo que os desembargadores levaram para ler todo o processo:

Continue lendo no Vi o Mundo.