Acuado, governo bate cabeça sobre fretes

A bruxa voou. No final da tarde de ontem, a Agência Nacional dos Transportes Terrestres publicou uma nova tabela mínima do frete, com validade imediata. Reduzia, em média, uns 20% do preço médio da tabela anterior. Os números refletiam o alarme de empresários dos setores agrícola e industrial, que falavam de grandes aumentos de preço para o consumidor final caso não houvesse alguma correção. O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, chegou a afirmar que ela havia sido apresentada e…


Continue lendo no Canal Meio.