PF pede quebra de sigilo de Temer

Chegou à mesa do ministro Edson Fachin, no Supremo, um pedido da Polícia Federal para quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e seus dois lugares-tenentes, Eliseu Padilha e Moreira Franco. Trata-se do inquérito a respeito de propina da Odebrecht na Secretaria de Aviação Civil, comandada pelo MDB, em 2014. Os policiais querem localizar uma ligação feita por Temer aos dois ministros perto de um encontro no Palácio do Jaburu, onde ocorreram os acertos. Naquele ano, segundo um…


Continue lendo no Canal Meio.