OS PROTOCOLOS DA CAPITULAÇÃO

(Do blog com equipe) – Se tivesse tempo, um artigo cada vez mais escasso no meu caso, gostaria de escrever um livro que poderia se chamar “garrafas ao mar”, ou “notas ao pé da história” na esperança de que estas linhas fossem lidas por alguém daqui a algumas décadas, do qual constaria um extenso capítulo chamado os "diários" ou "protocolos" da capitulação, para descrever – com nomes, datas e

Continue lendo no Mauro Santayana.