Por que Moro não pode fazer campanha para Doria? Ele pode tudo…

Na sua terceira viagem só este ano aos Estados Unidos, onde vai passar a semana, o juiz de primeira instância Sergio Moro achou bonito posar com a esposa, em Nova York, ao lado do casal João Doria, candidato a governador de São Paulo pelo PSDB.

Afinal, Lula está preso por Moro em Curitiba, a missão já foi cumprida.

Agora é só correr de smoking para os abraços da galera de empresários e banqueiros que o homenagearam como “Personalidade do Ano”. Nada mais justo.

Do lado de fora da festa, alguns brasileiros e americanos tiveram a ousadia de protestar contra a presença do heróico juiz, mas ele nem deu bola.

Qual é o problema? Por que o espanto? Moro não pode tudo, até gravar conversa de presidente da República?

Aos repórteres que lhe perguntaram se não seria imprópria esta intimidade, Moro desdenhou, do alto da sua prepotência. “Bobagem essa história da

Continue lendo no Balaio do Kotscho.