Para ler e para ver…

LIVRO
Bastaram dois dias de Fire and Fury nos Estados Unidos para a editora brasileira Objetiva comprar os direitos do livro, começando as vendas antecipadas já em janeiro (o lançamento está previsto para março). Para apressar a edição, foram cinco tradutores trabalhando simultaneamente, numa operação de guerra.

Vale a pena: a obra do jornalista americano Michael Wolff é uma bomba atômica moral sobre a cabeça, confusa, de Donald Trump. A história catalisou a discussão sobre o equilíbrio emocional do presidente, o que nos Estados Unidos pode ensejar ações formais de impedimento.

Baseado em cerca de 200 entrevistas com pessoas ligadas a Trump, a sua campanha e à administração federal, Fogo e Fúria faz um retrato de uma pessoa com déficit de atenção, incapaz de ler uma página de texto ou ouvir explicações que exijam um mínimo de concentração; além disso, ignorante de assuntos necessários ao exercício de um cargo que,


Continue lendo no Observatório da Imprensa.