Na contramão de alvos da Lava Jato, doleiros pedem para serem investigados em Curitiba

Clubinhos O avanço da Operação Câmbio, Desligo tem potencial para lançar luz sobre esquemas nos quais a Lava Jato já esbarrou em diversos estados do país. No RS, por exemplo, o MPF prendeu 4 irmãos da família Albernaz Cordeiro. Um deles, Athos, era presidente de duas associações ligadas à construção civil.

Quem diria? Em pedido de liberdade provisória, a defesa de Jorge e Raul Davies, dois dos doleiros presos na Câmbio, Desligo, alega que a competência sobre o casos deles deveria ser da 13ª Vara Federal de Curitiba, de Sergio Moro —o terror dos réus da Lava jato. Hoje, ambos estão nas mãos de Marcelo Bretas, do Rio.

  Quem são os principais doleiros do país Ícone grid Ícone tela cheia


Continue lendo no Painel Folha.