Massacre em Gaza é fruto de política de Trump

Houve um massacre hoje na Faixa de Gaza. Não há outra forma de descrever as 55 mortes até o momento e os mais de 2.700 feridos. Não ocorreu um confronto entre forças proporcionais. Um exército bem armado e bem treinado atirou e reprimiu centenas de milhares de pessoas.

A mudança da Embaixada dos EUA de Tel Aviv para Jerusalém foi um ato irresponsável e provocativo. Jogou gasolina na fogueira. Era desnecessário.

Há uma lei aprovada pelo Congresso americano mudando a embaixada dos EUA para Jerusalém. Isso aconteceu em 1995. A partir de 1999, prazo final para a mudança, os presidentes americanos passaram a fazer adiamentos semestrais. Trump decidiu mudar.

No atual estágio da crise entre Israel e Autoridade Palestina, esse movimento estimula o conflito. Qualquer tentativa de deslegitimar a solução para dois povos, vinda de que lado vier, é contraproducente e só vai dar gás à guerra. Os dois lados

Continue lendo no Blog do Kennedy.