Só faltava um general na parada: Mourão é o novo “Aerotrem”

Lembram-se daquela figura meio sinistra do baixinho, barrigudinho, careca e de bigode chamado Levy Fidélix, que aparece como candidato em todas as eleições, defendendo um tal de “Aerotrem”, que ninguém sabe o que é?

Pois é, agora ele ameaça não ser candidato a presidente para lançar em seu lugar o general da reserva Antonio Hamilton Mourão pelo seu PRTB, que quer dizer Partido Renovador Trabalhista Brasileiro, seja lá o que for isso.

Mourão saiu do anonimato quando ainda estava na ativa e ameaçou o país com uma intervenção militar caso se crie uma situação de “caos” no país, como se isso já não estivesse acontecendo há tempos.

Ganhou logo o apoio dos setores mais radicais da extrema direita, hoje reunidos em torno do ex-capitão Jair Bolsonaro.

Em algumas manifestações dos patos amarelos “contra a corrupção”, foram exibidos até bonecos gigantes do general que vestiu o pijama no início deste ano.

Continue lendo no Balaio do Kotscho.