Dura vida de blogueiro em meio ao tiroteio: não há diálogo possível

A cada dia torna-se mais penoso moderar os comentários aqui no Balaio.

Com raras exceções, a maioria nem lê o que foi publicado, talvez só o título e as primeiras linhas, e já saca o revólver virtual para atirar nos outros internautas e no blogueiro, sem a menor disposição para qualquer diálogo possível.

Fico aqui no meio do tiroteio tentando organizar um debate minimamente civilizado, mas já estou chegando à conclusão de que se trata de uma missão impossível.

As pessoas não querem mais prestar atenção no que os outros têm a dizer.

Querem apenas reafirmar suas convicções e desqualificar quem pensa diferente.

Trocaram argumentos por ofensas, chutam para todo lado, ignoram os fatos e partem para a agressão pura e simples.

Sei que é um retrato do clima de intolerância generalizado vivido no país, em que os dois lados em disputa não aceitam mais opiniões contrárias.

Tem um doente

Continue lendo no Balaio do Kotscho.