Mais uma Viúva Porcina desiste: ficamos livres de Joaquim Barbosa

Todo mundo está ficando louco e ninguém toma a menor providência” (José Carlos Oliveira, sobre as loucuras de 1968, no livro “Diário da Patetocracia”).

***

Às 10h07 desta terça-feira, Joaquim Barbosa postou no twitter:

“Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a presidente da República. Decisão estritamente pessoal”.

Assim, com pompa e circunstância, o ex-presidente do STF e relator do mensalão, tirou o time antes do jogo começar.

Não deve surpreender ninguém a desistência de mais uma Viúva Porcina nesta campanha eleitoral, aqueles que foram sem nunca ter sido, a exemplo de Luciano Huck e outros do gênero em nome do “novo”.

Numa sociedade normal, surpresa seria ele se lançar candidato a presidente da República, sem nunca antes ter se filiado a um partido político nem feito nada na vida para postular este cargo.

Em nome de quem, para quê, com

Continue lendo no Balaio do Kotscho.