Alckmin e Maia não ganham eleição sem apoio do governo, diz Temer

O presidente Michel Temer diz que seria “impossível” o ex-governador Geraldo Alckmin ou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vencerem a eleição presidencial sem defender “teses” do governo. “Se for para falar mal do governo, evidentemente, estarei contra”, afirma, sobre a condição para dar apoio a um candidato que una forças de centro e centro-direita na disputa pelo Palácio do Planalto.

Em entrevista ao “Jornal da CBN – 2ª Edição”, Temer diz que discutiu com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso a possibilidade de uma candidatura única dessas forças. Relata ter sido procurado por Alckmin e outros tucanos.

Se os números da segurança pública melhorarem no Rio de Janeiro até agosto ou setembro, o presidente diz que poderá suspender a intervenção federal. Afirma que tratará dessa hipótese com o interventor, o general Braga Netto. Se tiver um plano consistente, promete conversar sobre o fim da intervenção com os políticos que forem

Continue lendo no Blog do Kennedy.