O que as elites políticas estão fazendo do país, de sorte que um presidiário se torna a figura central da disputa presidencial?

 “Ouvi os recados e as músicas que vocês cantaram. Estou muito agradecido pela resistência e presença de vocês neste ato de solidariedade. Tenho certeza que não está longe o dia em que a Justiça valerá a pena. Na hora em que ficar definido que quem cometeu crime seja punido. E que quem não cometeu seja absolvido.
Continuo desafiando a Polícia Federal da Lava Jato, o Ministério Público da Lava Jato, o Moro e a segunda instância a provarem o crime que alegam que eu cometi. Continuo acreditando na Justiça e por isso estou tranquilo, mas indignado como todo inocente fica indignado quando é injustiçado.
Grande abraço e muito obrigado.
Luiz Inácio Lula da Silva

As palavras acima são atribuídas a Luiz Inácio Lula da Silva. Note-se, de saída, que os coordenadores do dito acampamento em apoio à Lula estão negociando com o governo do Paraná uma forma de diminuir os


Continue lendo no Reinaldo Azevedo.