Dartafolha: 57% se dizem favoráveis à execução da pena depois da 2º instância; 36%, depois do trânsito em julgado

Pesquisa Datafolha publicada pela Folha tem um resultado até surpreendente: 57% dizem ser favoráveis à execução da pena depois da condenação em segunda instância. São 36% os que afirmam que se deve esperar o trânsito em julgado, como está no Inciso LVII do Artigo 5º da Constituição e no Artigo 283 do Código de Processo Penal.

Tenho, sinceramente, as minhas dúvidas se a maioria sabe o que é isso. Ademais, eu mesmo nem sou tão contrário à coisa em si; a questão é não cabe ao Supremo mudar a Constituição ou ignorar o que está no CPP.


Continue lendo no Reinaldo Azevedo.