Datafolha mostra direita mais fragmentada que esquerda

A principal novidade da pesquisa Datafolha divulgada no domingo foi a estreia de Joaquim Barbosa, que marca de 8% a 10%, a depender do cenário. O ex-presidente do STF chega a 10% numa simulação sem a presença do ex-presidente Lula, que pode ser impedido de disputar pela Lei da Ficha Limpa.

Na largada, Barbosa ameaça Alckmin e se coloca como outsider que pode captar votos de centro, centro-direita e centro-esquerda. Com a pesquisa, deve ganhar força a possibilidade de o PSB lançá-lo à Presidência da República. Sem fazer campanha, tem um início de jornada muito bom.

Obstáculos: capacidade para fazer alianças e mostrar que teria condições de governar. Ciro Gomes (PDT) já deu alfinetada hoje, dizendo que será preciso ver a “consistência” de Barbosa quando “exposto à fricção”. Ou seja, ao debate eleitoral.

*

Lula e Ciro

Um dos principais destaques desta rodada do Datafolha é a força de Lula. Mesmo

Continue lendo no Blog do Kennedy.