O brasileiro quer emprego e saúde, e não porrada e bomba – mostra Ibope

Virada de pauta de Temer, com intervenção no Rio, tem tudo para fracassar

Por Rodrigo Vianna

Entre os analistas mais sérios, ficou claro desde os primeiros momentos que a intervenção militar no Rio não guarda qualquer relação com a necessidade de oferecer mais segurança à população. Luiz Eduardo Soares, que foi secretário nacional de Segurança Pública, escreveu sobre isso um artigo lapidar: “De que modo uma ocupação militar resolveria questões cujo enfrentamento exige investigação profunda e atuação nas fronteiras do estado, além de reformas institucionais radicais e grandes investimentos sociais? Os próprios militares sabem que não podem nem lhes cabe resolver o problema da insegurança pública.”

O objetivo da operação, e isso nem o marqueteiro de Temer disfarçou numa declaração desastrada, é virar a pauta nacional, oferecendo ao bloco de centro-direita um discurso eleitoral vinculado à manutenção da “ordem” – já que os resultados na economia seguirão a ser pífios

Continue lendo no Escrevinhador.