O histórico de protestos contra a política nos desfiles do Sambódromo

Não é a primeira nem a segunda vez que os temas da política vão parar na Passarela do Samba, no Rio. Há sempre uma escola bradando contra governos e personagens ligados a ele. Agora, no desfile desse ano na Avenida Sapucaí, a escola Paraíso do Tuiuti dedicou criticas ao presidente da República. E a Beija-Flor conquistou o campeonato com os versos musicais de seu enredo:

Oh pátria amada, por onde andarás?
Seus filhos já não aguentam mais!
Você que não soube cuidar
Você que negou o amor
Vem aprender na Beija-Flor 

Em 1986, a Império Serrano, empolgou a platéia com um protesto atual para aquela época, logo depois da saída do governo militar, com o Brasil sem votar para presidente desde 1959:

Quero que meu amanhã, meu amanhã
Seja um hoje bem melhor, bem melhor
Uma juventude sã
Com ar puro ao redor (bis)

Quero nosso povo bem nutrido
O país desenvolvido
Quero paz e moradia
Chega de ganhar

Continue lendo no Os Divergentes.