Supremo reavalia auxílio-moradia em março

O auxílio-moradia pago a juízes, procuradores e conselheiros de Tribunais de Contas volta em um mês à pauta do Supremo. Em 2014, o ministro Luiz Fux havia estendido o benefício a todos os magistrados, nacionalmente, por liminar. Havia um julgamento em curso, mas Fux o interrompeu para pedir vistas. Seu voto finalmente ficou pronto em dezembro – demorou cinco anos. (Globo)

Aliás… No início de dezembro mesmo Fux impediu que seguisse uma ação popular contra o benefício que simplesmente adiciona…


Continue lendo no Canal Meio.