Judiciário como vidraça

IMPRENSA EM QUESTãO > A imprensa e os poderes

Judiciário como vidraça Por Nereide Beirão em 06/02/2018 na edição 973 comentários

A grande imprensa, tradicionalmente, é crítica aos poderes legislativo e executivo, mesmo que em relação ao último haja variação nas cobranças dependendo do presidente,  do governador ou do prefeito no cargo.  Com o judiciário e as suas instituições correlatas, como o Ministério Público, o tratamento sempre foi menos crítico, adotado para evitar represálias de um poder sem controle externo e muito corporativo, para agradar às fontes e para obter informações preciosas de investigações de pessoas, empresas e órgãos do governo utilizadas ou não a partir da linha editorial do veículo.

Anos atrás a cobertura do judiciário era mais restritiva e difícil. As normas de que juiz não deve se expressar fora dos autos ou pré-julgar


Continue lendo no Observatório da Imprensa.