Parte do PT quer Pertence na defesa de Lula

Apesar de a cúpula do PT ter negado a existência de críticas em relação à linha de defesa de Lula perante o juiz Sergio Moro e o TRF-4 , há uma discussão interna na cúpula do PT para mudar a estratégia jurídica adotada até agora.

Há dois fatores que deixam esse debate escondido nos bastidores. O primeiro é que o ex-presidente Lula não quer fazer um ato público que desautorize seus atuais defensores. O ex-presidente endossou a estratégia adotada até agora. O segundo fator é que integrantes da cúpula do PT avaliam que o vazamento da pressão por mudanças contribui para que tudo fique como está.

Existe o temor de que a linha adotada com Moro e o TRF-4, mais agressiva, não funcione no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no STF (Supremo Tribunal Federal). Alguns integrantes da cúpula do PT avaliam que dificilmente haveria outro resultado no TRF-4, mas

Continue lendo no Blog do Kennedy.