Caiu número de desempregados? Não, era propaganda enganosa do governo

Vocês devem se lembrar da propaganda chapa branca e dos discursos de oba-oba, agora vai, da dupla Temer & Meirelles no final do ano, festejando a retomada da economia e a geração de novos empregos graças à reforma trabalhista.

Era propaganda enganosa. Os números oficiais divulgados pelo próprio governo nesta sexta-feira mostram que no ano passado perdemos mais empregos do que ganhamos, pelo terceiro ano consecutivo.

Em dezembro, foram 910.586 novos empregos com carteira assinada, contra 1.239.125 demissões, ou seja, tivemos a perda de 328.539 postos de trabalho, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho (aquele que continua esperando Cristiane Brasil).

No balanço de 2017, ao contrário do que eles apregoaram, houve um saldo negativo de 20.832 vagas de emprego formal.

Entre 2015 e 2016, perdemos um total de 2,8 milhões de postos de trabalho.

A nova legislação trabalhista só entrou em vigor no

Continue lendo no Balaio do Kotscho.