Para ler e para ver

Museu expõe fotógrafos de guerra brasileiros

Uma geração de brasileiros se destaca entre os grandes fotógrafos de guerra da atualidade, seguindo o caminho aberto por André Liohn e Maurício Lima. Além dos dois mais conhecidos, Felipe Dana, Gabriel Chaim, João Castellano e Yan Boechat mostram seus trabalhos na exposição Na Linha de Frente, no novo Museu da Fotografia de Fortaleza (CE), composta de cerca de 70 trabalhos.

Cada um apresenta um recorte específico de seus trabalhos, sempre em zonas de conflitos recentes. A exposição tem curadoria do paulistano Fernando Costa Netto, fotógrafo com coberturas de conflito, que dirige a galeria DOC, especializada em fotografia documental.

Em 2011, André Liohn foi o primeiro brasileiro a ganhar a medalha de ouro Robert Capa para fotografia de guerra. Em 2016, Maurício Lima foi também pioneiro ao ganhar o Pulitzer. Os prêmios são como o Oscar e o Nobel. Ambos se tornaram referência na


Continue lendo no Observatório da Imprensa.