Diálogo entre Coreias é uma caixinha de surpresas

Muitos ao redor do mundo acompanham com alívio a retomada de conversações entre as duas Coreias.

Quando o assunto é o perigo que um conflito na Península representa para a Ásia e para o mundo, emerge a sensação de que o ano não poderia ter começado melhor.

Isso é tanto mais forte em se considerando que 2017 viu a capacidade de dissuasão norte-coreana aumentar em escala e alcance.

Especialistas em segurança coletiva passaram a reconhecer que os artefatos nucleares à disposição do regime de Kim Jong-un estão mais potentes.

Além disso, apenas no ano passado a Coreia do Norte realizou três testes de mísseis balísticos intercontinentais, ademais de experimentos com foguetes de médio alcance, passíveis de atingir o Japão.

Tudo isso vem sempre acompanhado de retórica beligerante não apenas de Seul e Pyongyang, mas também de Washington e Tóquio.

Coreia do Sul e Japão, imediatamente no alcance da envergadura nuclear


Continue lendo no Blog do Augusto Nunes.