“Usava para comer gente”: vão condenar Lula e deixar Bolsonaro solto?

Se a entrevista não tivesse sido gravada, poderiam dizer que é mais uma fake-news.

Vejam o que disse à repórter da Folha o candidato Jair Bolsonaro, segundo colocado em todas as pesquisas para presidente da República:

“Como eu estava solteiro naquela época, esse dinheiro de auxílio-moradia eu usava para comer gente, tá satisfeita agora ou não?”

Deve ter comido muita gente porque, embora seja dono de um apartamento em Brasília, há vários anos Bolsonaro continua recebendo da Câmara R$ 6.167 de auxílio-moradia por mês.

A entrevista toda é inacreditável. A certa altura, confessa: “Quando eu falei que sonegava… Foi um desabafo, e desabafo hoje de novo também. Hoje o povo, como um todo, só não sonega o que não pode, e é uma verdade isso aí”.

Algum assessor precisa lembrar ao ex-capitão do Exército, hoje dono de um belo patrimônio imobiliário, deputado veterano de muitas legislaturas, que sonegar impostos ainda

Continue lendo no Balaio do Kotscho.