Brasil obteve “grau de investimento” com Lula sem destruir Previdência

Após novo rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s, a mídia e o governo Temer desandaram a fazer chantagem com o país dizendo que o país está sendo considerado mau pagador em potencial por não estar tirando dos brasileiros a possibilidade de se aposentarem um dia, enquanto estiverem vivos.

A reportagem contida na reportagem acima diz que a agência de avaliação de risco Standard & Poor’s rebaixou a nota de crédito da dívida do Brasil de “BB” para “BB-” devido a “atraso nas reformas [ como a da Previdência] e as incertezas sobre a eleição presidenciável [sic] deste ano”.

Ou seja, a extinção da CLT pela “reforma trabalhista” de Michel Temer e do PSDB, que acabou com os direitos dos trabalhadores, não serviu para agradar os tubarões das finanças internacionais.

Podem reformar a Previdência o quanto quiserem que não vão obter

Continue lendo no Eduardo Guimarães.