Boletim eleitoral: semana boa para Alckmin, ruim para Meirelles e Bolsonaro

Geraldo Alckmin e Luiz Inácio Lula da Silva.

Não houve novas pesquisas e não se sabe se alguma coisa mudou, mas a semana fechou relativamente positiva para o governador de S.Paulo, Geraldo Alckmin, e ruim para um de seus possíveis adversários ao centro, o ministro Henrique Meirelles. Além de ter ganhado uma manifestação simpática de Michel Temer, interpretada como aceno para uma futura aliança, Alckmin ocupou espaço na mídia com sua movimentação em torno da equipe que vai trabalhar em seu programa econômico, coordenada por Persio Arida. Foi levado a sério pelo establishment e pela imprensa, a ponto de um editorial da Folha de S.Paulo admitir que ele poderá atrair os apoios necessários para ser o candidato do centro, ‘por gravidade’.

Ao mesmo tempo, as palavras de Temer, em entrevista no Estadão a Eliane Cantanhede, informando que prefere ver Meirelles no Ministério da Fazenda, em vez de candidato, jogaram um

Continue lendo no Os Divergentes.