Alfinetada de FHC em Alckmin alimenta Huck e Parente

Em entrevista ao jornal “Estado de S. Paulo”, publicada ontem, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso falou claramente a respeito da possibilidade de o PSDB abrir mão da eventual candidatura de Geraldo Alckmin. Segundo FHC, se o governador paulista não demonstrar viabilidade eleitoral, o PSDB deveria dar apoio a um nome “com mais capacidade de juntar”.

Nos bastidores do PSDB, do PMDB e do Palácio do Planalto, a entrevista foi interpretada como um movimento do ex-presidente para viabilizar um Plano B no PSDB se Alckmin continuar a ter desempenho ruim nas pesquisas.

As declarações de FHC surpreenderam tucanos, peemedebistas e ministros do Palácio do Planalto porque, neste momento, o ex-presidente deveria ter depositado mais fé em Alckmin, que enfrenta, inclusive, um embate interno com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

Alckmin é o favorito para ser escolhido como candidato do PSDB a presidente. Na máquina tucana, o governador paulista é forte.

Continue lendo no Blog do Kennedy.