Retrocesso social terá força no debate eleitoral

Neste mês, haverá um episódio importante da eleição presidencial. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, julgará o recurso do ex-presidente Lula contra a condenação do juiz Sergio Moro no caso do apartamento no Guarujá.

Se absolver Lula, a candidatura do ex-presidente se fortalecerá. Por exemplo: setores da base do governo se sentirão mais livres para aderir ao ex-presidente. Sem essa condenação, ficará difícil que qualquer outra eventual sentença negativa tire o petista do páreo.

Mas a hipótese mais provável é a de condenação. Declarações de integrantes do TRF-4 indicam isso, como já fez o relator do recurso, João Pedro Gebran Neto. Se acontecer, a candidatura se enfraquecerá, mas não significará o fim da novela.

Haverá uma disputa entre aqueles que consideram que a Lei da Ficha Limpa invalidaria de vez a pretensão presidencial de Lula e os que pregam que existe possibilidade de recurso para

Continue lendo no Blog do Kennedy.