Na omissão do STF, Mendes exerce poder

Ordens de soltura dadas pelo ministro do STF Gilmar Mendes nos últimos dias são uma reação ao uso das prisões preventivas da forma como são utilizadas pela Lava Jato.

Ontem, o ministro mandou soltar o ex-governador do Rio Anthony Garotinho e o presidente do PR, o ex-ministro Antonio Carlos Valadares. Nessa semana, também libertou, entre outros, a ex-primeira-dama do Rio Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador Sérgio Cabral.

Rodrigues e Garotinho não estão presos por causa da Lava Jato, mas em razão de outra operação, que investiga suposta doação ilegal paga pela JBS. Mas a decretação da prisão preventiva de Rodrigues e Garotinho tem semelhança com o uso desse expediente pela Lava Jato.

Essas decisões de Gilmar Mendes já eram esperadas diante do que aconteceu nos últimos meses, nos quais o ministro do STF e integrantes da Lava Jato passaram a debater publicamente de modo mais duro. Gilmar Mendes e um

Continue lendo no Blog do Kennedy.