Cartel em SP dificulta projetos eleitorais de Alckmin e Serra

A revelação das empreiteiras Odebrecht e Camargo Corrêa de que formaram cartel em obras públicas durante governos tucanos em São Paulo tem potencial de desgaste para os projetos eleitorais de Geraldo Alckmin e José Serra.

Admitida a um órgão federal, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica, a formação de cartel nas gestões de Alckmin e Serra à frente do governo paulista fornece munição a adversários e reforça a imagem de que os tucanos jogaram sua corrupção para debaixo do tapete.

A revelação ao Cade evidencia que foi aplicado em São Paulo o mesmo esquema de corrupção utilizado na Petrobras. Não fazia sentido a tese de um cartel apenas na estatal petrolífera. As empreiteiras adotaram a mesma lógica em São Paulo.

Há um personagem que está no centro das suspeitas no caso de São Paulo, o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira da Costa. Ele é um conhecido arrecadador de recursos de

Continue lendo no Blog do Kennedy.