Memórias de uma autoanálise

EDIçãO BRASILEIRA DA COLUMBIA JOURNALISM REVIEW > Arqueologia da crítica

Memórias de uma autoanálise Por Edição brasileira da Columbia Journalism Review em 18/12/2017 na edição 971 Um time de primeira relembra publicações lançadas para criticar a imprensa nacional e destaca o papel do ombudsman comentários

No Brasil, já se fez muita crítica de mídia, mas nem todo exercício impetrado pela imprensa no afã de analisar a si mesma merece ser lembrado.

As páginas a seguir são dedicadas ao outro tipo: o profícuo, realizado com rigor e inteligência.

Alzira Alves de Abreu abre o bloco com uma reflexão sobre a publicação que inspirou inúmeros projetos na área numa espécie de linha sucessória, os Cadernos de Jornalismo e Comunicação do  Jornal do Brasil, criados por Alberto Dines na esteira da reforma do JB nos anos 1960.

O quadro


Continue lendo no Observatório da Imprensa.