#SanatórioGeral: Pelé da corrupção

“Não sou Adhemar de Barros, o do ‘rouba, mas faz’, sou um realizador. Eu realizei”. (Sérgio Cabral, na audiência com o juiz Marcelo Bretas, confirmando que o antigo campeoníssimo Adhemar de Barros, que foi interventor federal e governador de São Paulo, hoje jogaria na série C do Brasileirão da ladroagem, que tem no ex-governador fluminense uma espécie de Pelé da corrupção)

Arquivado em:Política


Continue lendo no Blog do Augusto Nunes.