#SanatórioGeral: Neurônio com fuso (18)

“Não acho que perdoar golpista é perdoar o PMDB e o PSDB. Acho que perdoar golpista é perdoar aquela pessoa que bateu panela achando que estava salvando o Brasil, e que depois se deu conta de que não estava.” (Dilma Rousseff durante uma entrevista para a rede de notícias DW, em Berlim, ao explicar em dilmês primitivo que perdoar golpista não é o mesmo que perdoar golpista, provando que o neurônio fica um pouco mais solitário quando muda de fuso horário)

Arquivado em:Política


Continue lendo no Blog do Augusto Nunes.