#SanatórioGeral: Subiu de classe

“Sou preta, pobre e da periferia e sei o que é viver longe dos grandes centros”. (Luislinda Valois, secretária dos Direitos Humanos de Michel Temer, durante uma cerimônia de lançamento do Programa Emergencial de Ações Sociais para o Estado do Rio de Janeiro e Municípios, reconhecendo que receber R$ 33.700 por mês não pode ser comparado ao trabalho escravo, apenas a torna pobre)

Arquivado em:Política


Continue lendo no Blog do Augusto Nunes.