Reforma ministerial pode ser semente de aliança governista em 2018

A declaração do senador Aécio Neves no sábado de que “está chegando o momento da saída” do PSDB do governo facilita a decisão do presidente Michel Temer de antecipar a reforma ministerial.  As trocas deverão criar um arranjo político que poderá ser a semente da aliança eleitoral governista em 2018.

Temer deve acelerar a reforma ministerial e tirar tucanos do primeiro escalão. O presidente Michel Temer conversou com ministros ontem e deixou claro que pretende fazer mudanças na equipe em aproximadamente dez dias. O próprio presidente deverá anunciar que fará uma reforma ministerial em breve.

A intenção é casar essa troca na equipe com a reforma da Previdência e medidas de simplificação tributária. A janela congressual para votar essas medidas, sobre a reforma da Previdência, está se fechando. Temer não pretende esperar a Convenção Nacional do PSDB do dia 12 para reformular o ministério.

Enquanto houve possibilidade de manter oficialmente

Continue lendo no Blog do Kennedy.