Vespertinas: Scalia também não gostava da República de Magistrados

Juízes de lei I. Aqui n’Os Divergentes, o leitor pôde ler sobre o confronto entre Legislativo x Judiciário. Os superpoderes dos sufetas, defendido por parte dos que estão enojados com os meliantes do erário do Parlamento, podem descambar para uma República de Magistrados.

Leia também: Se o Supremo pode criar leis, o Congresso pode rejeitá-las

Juízes de lei II. O ativismo político de juízes que se metem a fazer leis é transnacional. O receio com este protagonismo, também.

Juízes de lei III. “Eu não gosto da influência da política no processo de indicações de juízes no meu país. Mas, francamente, eu o prefiro à alternativa, que é o governo por uma aristocracia judicial”.

Juízes de lei IV. O autor da sentença é Antonin Scalia, o conservador juiz da Suprema Corte dos EUA, morto em 2016. Foi julgador por 29 anos.

Juízes de lei V. Aqui e acolá, a sensatez

Continue lendo no Os Divergentes.