Bancos ainda impõem aos consumidores venda casada de forma escancarada

A venda casada é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor, mas mesmo assim, quase 30 anos depois da promulgação do Código, os bancos ainda impõem ao consumidor este tipo de transação. Por que isso?

Simplesmente contam com a “boa vontade” de grande parte dos consumidores de aceitarem esse abuso sem reclamarem. E quanto ao pequeno número que resolve ir à Justiça, o banco faz a seguinte conta: é melhor indenizar esses poucos que cumprir a regra para todos.

​Essa prática tem feito como vítimas não só consumidores bem-intencionados, mas também pequenos produtores rurais. Em um caso que foi levado a Justiça de Brasília, o Banco (e diga-se banco público) impôs como “condição” ao pequeno produtor para sacar seu empréstimo de custeio agrícola nada mais nada menos que vendas casadas de seguros, capitalização e pacotes no total de quase R$ 20 mil, de um empréstimo de R$ 200 mil.

Continue lendo no Os Divergentes.