Doria dará a crianças das escolas municipais sua “ração para pobres”

O prefeito João Doria (PSDB) anunciou nesta quarta-feira (18) que o granulado feito a partir de alimentos vencidos será distribuído nas escolas municipais de São Paulo junto às refeições dos estudantes.

O anúncio foi feito em uma entrevista coletiva na sede da Cúria Metropolitana ao lado do arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer.

A ideia é que o granulado, também chamado de “farinatta”, seja servido junto com a comida dos alunos.

A Prefeitura de São Paulo diz que o granulado é um “suplemento alimentar” e mantém as propriedades nutricionais dos alimentos, prorrogando a vida útil em até dois anos.

Na coletiva não foi explicado como o granulado vai chegar do produtor até a rede municipal de ensino.

Também deverá ser distribuído nos centros de acolhimentos a moradores de rua.

Segundo Doria, as empresas vão gastar menos para incinerar alimentos que iriam vencer do

Continue lendo no Eduardo Guimarães.