No dia das crianças, lembre-se: brincar é saudável, politizar a infância, não!

Por Rodrigo Constantino

A marca de sabão Omo tentou fazer média com a beautiful people e preparou uma campanha politicamente correta, tentando ensinar aos pais como seus filhos deveriam brincar, livres de quaisquer “preconceitos” ou “estereótipos”. Foi um baita tiro no pé, com menos de 20 mil curtidas para quase 150 mil “descurtidas”.

Eu mesmo assumi que sou meio “omofóbico” depois dessa campanha, e divulguei uma imagem que vi na minha timeline, que seria a resposta de um concorrente. Parece se tratar de um “fake”, mas isso não impediu sua viralização, com 10 mil “likes” só na minha página, pois seria mesmo uma jogada de mestre da empresa:

Alexandre Borges, que é publicitário, identificou os itens que evidenciam ser falsa a propaganda: 1. Reticências em título, nem estagiário; 2. “Lhe” (ou qualquer pronome átono) idem. Mas há uma resposta oficial e verdadeira de outro fabricante, que realmente “mandou” a Omo fabricar sabão e


Continue lendo no Blog do Rodrigo Constantino.