Aparecida traz os cristãos para o ringue

Aparecida apareceu. É o que parece. Nunca a festa da santa padroeira teve tamanha movimentação. Foi basicamente uma grande festa de celebração da mulher segundo a visão dos cristãos. O novo cardeal, Dom Orlando Brandes, enfatizou a santa negra. Entretanto, como todos os demais, incluindo os artistas, falando de mãe. Aí está a questão.

A fé diante das câmeras, os romeiros enfrentando chuvas e ventos uivantes nas estradas, os rostos dos romeiros. Com isto a Igreja Católica marca sua entrada no cenário. Até então somente os evangélicos enfrentavam o politicamente correto. Não estão mais sós.

O discurso do senador capixaba Magno Malta conclamando a cristandade à união contra a dissolução dos costumes, na sua visão, exposto na mostra do Queermuseu em Porto Alegre parece que não foi em vão. A santa morena trouxe os católicos para o ringue.

O padre Fábio de Melo diz no grande show musical que

Continue lendo no Os Divergentes.