#retratobsb

No dia 12 de setembro de 1959, com a cidade de Brasília ainda em construção, as comportas que represariam as águas do rio Paranoá foram fechadas e o lago começou a encher.

Foi um momento decisivo, pois muitos se recusavam a acreditar que o plano de erguer uma nova capital em tão pouco tempo daria certo. Ver o lago Paranoá se formar foi simbólico, Brasília era real.

Para quem adora relembrar as tanta histórias da aventura que foi o nascimento dessa cidade, a dica é o livro “JK, o artista do impossível”, escrito pelo jornalista Claudio Bojunga.

Continue lendo no Blog do Kennedy.