O dia de 51 milhões de reais

A longa conversa entre o empresário Joesley Batista e o executivo Ricardo Saud não incrimina qualquer um dos 11 ministros do Supremo. Na segunda-feira, fontes que afirmavam ter ouvido a gravação diziam que ao menos um deles saía comprometido. Liberados os arquivos, não há nada. O total, no entanto, corresponde com fidelidade à descrição feita no final da tarde de segunda pelo procurador-geral, Rodrigo Janot. “O diálogo contém referências indevidas à PGR e ao Supremo”, ele disse. “Além …


Continue lendo no Canal Meio.