Delação que pode abalar Temer na mesa de Fachin

A delação que o doleiro Lúcio Funaro fechou com o Ministério Público chegou à mesa do ministro Edson Fachin. Ele deve homologar (ou não) o acordo para que tenha validade. Funaro detalhou como operava dinheiro para o PMDB da Câmara — grupo que, liderado pelo presidente Michel Temer, incluía Eliseu Padilha, Moreira Franco, Geddel Vieira Lima, Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha. (Estadão)

Segundo Kennedy Alencar, Fachin deve ser rápido na homologação. Isto permitiria que o MP utilizasse …


Continue lendo no Canal Meio.