Fica, Temer! Agonia prolongada do golpe ajuda a puxar Diretas-Já e a enterrar as “reformas”

por Rodrigo Vianna

É evidente o desconforto dos comentaristas da TV Globo com a decisão do presidente Temer, de permanecer na presidência depois de ter sido flagrado em conversas mais do que suspeitas com o dono da JBS.

O desconforto da Globo nada tem a ver com aspectos éticos. Uma das comentaristas,na Globo News, disse com todas as letras: “quanto mais essa situação se prolonga, menor a chance de que a sucessão de Temer se faça pelas regras atuais, ou seja, com eleições indiretas no Congresso”.

Mais claro que isso, impossível.

A permanência de Temer também atrapalha as “reformas” liberais de destruição da Previdência e das leis trabalhistas. As votações serão paralisadas nas próximas semanas, diante do caos na base governista. Se um novo presidente fosse escolhido de forma rápida e indireta (sob a tutela da Globo e do mercado financeiro), poderia adotar o discurso de  um governo “técnico” para tocar

Continue lendo no Escrevinhador.