Nos bastidores, Temer e Maggi cobraram duramente Daiello

Nos bastidores, a reação do presidente Michel Temer e do ministro Blairo Maggi (Agricultura) à Operação Carne Fraca foi mais dura ainda do que a veio a público ontem. Em entrevista, Maggi disse que a “narrativa” da Polícia Federal criou “fantasias” e minimizou o risco de consumo de carne brasileira.

O presidente e o ministro cobraram o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello. O governo avaliou como exagerada a forma como a Polícia Federal agiu na última sexta-feira, criando a maior operação de campo da história da corporação.

Para o presidente, não havia motivos para uma ação dessa envergadura e com tamanha exposição, porque atingiu um dos principais setores exportadores do Brasil e que têm uma cadeia produtiva extensa no país.

Temer considerou que faltou responsabilidade à Polícia Federal, porque a ação foi feita de um modo que, na visão dele, assustou a população brasileira que consome carne, além de

Continue lendo no Blog do Kennedy.