A Folha deveria mudar seu slogan para ‘um jornal a serviço de si mesmo’. Por Paulo Nogueira

O dono e a cria: a serviço da plutocracia

Uma vez escrevi que a Folha devia mudar seu slogan. Em vez de um jornal a serviço do Brasil, devia se autodefinir como um jornal a serviço de si mesmo — e dos amigos plutocratas.

Ela não está a serviço nem sequer dos seus leitores.

Considere.

A notícia política mais importante dos últimos dias foi uma pesquisa que mostrava Lula na liderança em todos os cenários.

Alguns meses atrás, a mesma pesquisa dera Lula na frente no primeiro turno. Marina liderava nas intenções de voto para o segundo turno na maior parte das simulações.

Desta vez, Lula sobrou em todos os cenários — no primeiro e no segundo turno.

O leitor da Folha não foi informado disso. Para ser mais exato: foi miseravelmente informado. A Folha deu com um dia de atraso e sem sequer chamada de primeira página.

O

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.